BASTIDORES: Corrida eleitoral agita cenário político em Três Lagoas - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
BASTIDORES

BASTIDORES: Corrida eleitoral agita cenário político em Três Lagoas

O Presidente da Câmara de Vereadores, Doutor Cassiano Maia, que é pré-candidato à prefeitura municipal de Três Lagoas, esteve presente no lançamento de um anúncio de novos investimentos no valor de 100 milhões na noite de ontem, sexta-feira(16) na Feira Central. Esses investimentos abrangerão diversos setores da cidade, tais como drenagem e pavimentação, construção de unidades de saúde e educação, além da aquisição de veículos e outros recursos essenciais para a melhoria da infraestrutura urbana de Três Lagoas.

Ninho Tucano

Após a abertura da janela partidária, três vereadores da base do prefeito filiaram-se ao PSDB na noite da última quarta-feira (13). O ato de filiação ocorreu no Vieira Eventos. Antônio Empeke Junior, o Tonhão, deixou o MDB; Marcus Bazé deixou a União Brasil; e o Britão do Povão saiu do Solidariedade. Agora, o PSDB passa a ter 8 vereadores em Três Lagoas. Partido já tinha os vereadores Cassiano Maia, Jorginho do Gás, André Bittencourt, Wagner Tenório e Sirlene dos Santos.

PP em alta

O Vereador Sargento Rodrigues pretende migrar para o PP (Partido Progressista) visando a reeleição. O PP é comandado pela senadora Tereza Cristina em Mato Grosso do Sul. Trata-se de um partido, forte no Estado e que teve o maior percentual de direita do eleitorado sul-mato-grossense na última eleição.

Correndo por fora

No intuito de disputar a sua primeira eleição, o pré-candidato Bruno Patrezi deve integrar o PSB (Partido Socialista Brasileiro), ativista da causa social, tem nome forte para disputa do pleito em 2024, ações sociais é o carro chefe de Patrezi.

Segunda disputa

Marco Silva está em negociações com o PP, União Brasil e o Republicanos para as eleições de 2024. Na última eleição, que ocorreu sem fundo eleitoral, ele obteve 522 votos ao concorrer pelo PL. Desde então, tem trabalhado por meio de podcasts e mídias sociais.

Janela partidária

Desde o último dia 7 de março até 5 de abril, está em vigor o prazo da janela partidária, período em que é permitida a troca de partido sem perda de mandato para ocupantes de cargos eletivos em pleitos proporcionais. Esse período tem agitado candidatos, alguns com medo de ficar de fora da disputa e outros fazendo contas para analisar o cenário eleitoral.

Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou clique aqui.

Botão Voltar ao topo