Cade abre inquérito contra Ipec, Datafolha e Ipespe por “cartel” - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Política

Cade abre inquérito contra Ipec, Datafolha e Ipespe por “cartel”

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) determinou, nesta quinta-feira (13), a abertura de inquérito administrativo a fim de apurar a responsabilidade de institutos de pesquisa por formação de cartel, que se enquadra em “infração à ordem econômica tipificada”.

– Chamou a atenção deste Conselho a grande diferença apresentada entre as pesquisas e o resultado das eleições publicado pelo Tribunal Superior Eleitoral. A discrepância das pesquisas e do resultado é tão grande que verificam-se indícios de que os erros não sejam casuísticos e sim intencionais por meio de uma ação orquestrada dos institutos de pesquisa na forma de cartel para manipular em conjunto o mercado e, em última instância, as eleições – diz o presidente do Cade, Alexandre Cordeiro, no despacho.

No primeiro turno, a pesquisa Datafolha apontou que Lula teria 50% dos votos válidos enquanto Bolsonaro ficaria com 36%.

Acertaram que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ficaria a frente de Jair Bolsonaro (PL) na disputa presidencial, mas houve um “erro” estatístico sobre o percentual ao candidato à reeleição. O Datafolha, por exemplo, divulgado no dia 1° de outubro, às vésperas do pleito, publicou que Lula teria 50% dos votos válidos enquanto Bolsonaro ficaria com 36%. A pesquisa Ipec (antigo ibope), encomendada pela Globo, deu a mesma margem às vésperas da eleição: Lula (51%) e Bolsonaro (37%).

Já a Ipespe, também divulgada em 1º de outubro, deu Lula (49%) e Bolsonaro (35%). Ao fim da apuração do 1º turno Lula obteve 48,43% dos votos e Bolsonaro ficou com 43,20%, número aquém da margem de erro.

São justamente os três institutos que estão na mira do Cade.

– (…) Para piorar, o fato mais estranho e o que verdadeiramente chama a atenção da autoridade antitruste é que não bastasse os improváveis resultados errôneos apresentados individualmente, não bastasse também os erros coletivos na mesma direção, três institutos de pesquisa, IPEC, DATAFOLHA e IPESPE apresentaram resultados idênticos quanto à diferença entre os candidatos, 14% – apontou Cordeiro.

Caso seja comprovado que os institutos agiram em conjunto, estes terão suas “condutas enquadradas nos tipos administrativos definidos como cartel”.

Fonte Pleno News

Botão Voltar ao topo