Três-lagoenses tem baixa adesão a campanha de vacinação da Influenza “A” (H1N1) apenas 4.908 foram vacinados – Bolsão em Destaque de Três Lagoas
DestaqueTrês Lagoas

Três-lagoenses tem baixa adesão a campanha de vacinação da Influenza “A” (H1N1) apenas 4.908 foram vacinados

Iniciada em abril, a Campanha de Imunização contra a Influenza A (H1N1) está em andamento em todo Brasil. No entanto, apenas 12,3% dos três-lagoenses aderiram a campanha, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (6), pela (SMS) de Três Lagoas.

Com público superior a 39 mil pessoas, acende o alerta na conscientização, para que os grupos prioritários aderem a campanha, serão vacinados em três etapas até julho.

A 1º etapa da campanha se encerra no dia 10 de maio (segunda-feira), a expectativa da secretária de saúde era imunizar 15.382 pessoas, porém até o momento 4.908 foram vacinados.

O grupo com menor procura por vacina é de gestantes, segundo Humberta Azambuja coordenadora, que alerta: “Não é porque estamos vivenciando a Pandemia do Covid-19, que o vírus da Influenza A não estão circulando, ele circula sim. Quanto mais rápido se vacinar, mais rápido estará imune, pois o inverno está chegando”. A coordenadora ressaltou que a gripe pode sim levar a complicações graves, hospitalização e até óbito, principalmente em gestantes, crianças e idosos.

Fazem parte da primeira etapa de vacinação:

  • Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (que ainda não completaram 6 anos);
  • Gestantes, puérperas (até 45 dias do parto)
  • Trabalhadores da saúde.

Conforme o cronograma, a segunda etapa da vacinação acontece dos dias 11 maio a 08 de junho, serão vacinados idoso com 60 anos e mais e professores. 

A terceira etapa da campanha, dos dias 09 de junho a 09 de julho, chega a vez dos grupos destinados a seguintes prioridades:

  • Pessoas com comorbidades
  • Pessoas com deficiência permanente
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbanos e de longo percurso
  • Trabalhadores portuários
  • Forças de segurança e salvamento
  • Funcionários do sistema de privação de liberdade
  • Forças armadas
  • População privada de liberdade
  • Adolescentes e jovens em medida socioeducativa.

Não devem receber a vacina, pessoas com sintoma febril e quem foi imunizado em menos de 15 dias contra a Covid-19.

A Campanha de Imunização contra a Influenza A (H1N1) segue nos postos de saúde, para receber a vacina basta procurar qualquer unidade de saúde do município portando documento de identificação.

Os principais sintomas da gripe são:

  • Febre;
  • Dor de garganta;
  • Tosse;
  • Dor no corpo;
  • Dor de cabeça.

Adulto – O quadro clínico em adultos sadios pode variar de intensidade.

Criança – A temperatura pode atingir níveis mais altos, sendo comum o achado de aumento dos linfonodos cervicais e também podem fazer parte os quadros de bronquite ou bronquiolite, além de sintomas gastrointestinais.

Idoso – quase sempre se apresentam febris, às vezes, sem outros sintomas, mas em geral, a temperatura não atinge níveis tão altos.

Leia: Três Lagoas tem estrutura de armazenagem para receber doses de vacinas da Pfizer – Bolsão em Destaque de Três Lagoas (bolsaoemdestaque.org)

Veja: Pessoas com mais de 59 anos, profissionais da limpeza urbana, assistência social, educação e obesos mórbidos começam a ser vacinados em Três Lagoas – Bolsão em Destaque de Três Lagoas (bolsaoemdestaque.org)

MS recebe 50,5 mil doses da Astrazeneca do Ministério da Saúde

Mato Grosso do Sul recebe nesta quinta-feira (6.5) um novo lote de vacina a contra Covid-19 enviado pelo Ministério da Saúde.

O 18º lote é composto por 50.500 doses da vacina da AstraZeneca.

Com isso, o Estado soma 966.080 doses recebidas de vacinas.

Ainda não há público definido para esta remessa.

Botão Voltar ao topo