Cassiano Maia recebe solicitações do conselho de segurança - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Política

Cassiano Maia recebe solicitações do conselho de segurança

O presidente da Câmara Municipal de Três Lagoas, Cassiano Maia, recebeu, na manhã desta sexta-feira (7), membros do Conselho Interativo de Segurança do Estado de Mato Grosso do Sul, os quais apresentaram solicitações para que o Legislativo municipal apoie demandas para melhorias na segurança pública, no munícipio. O grupo ainda visitou a central de monitoramento por câmeras, instalada no 2º Batalhão de Polícia Militar (PM), para entender as necessidades para o efetivo funcionamento do serviço.

Entre as medidas pontuais apresentadas, o conselho reivindicou que a Câmara envie ofício ao governo do Estado, solicitando o envio de pelos mais cinco viaturas para a PM, e que auxilie junto à prefeitura para solucionar a questão do monitoramento por câmeras, instaladas em vários pontos da cidade.

Durante a visita à central do monitoramento, o grupo foi recebido pelo comandante Marcos Nascimento e policiais que atuam no setor. Foi informado que, das 36 câmeras, 31 estão funcionando, porém é necessário que a proteção de acrílico que as cercam passem por manutenção, pois estão opacas, prejudicando a qualidade das imagens captadas.

Outra demanda é por mais efetivo para operador o sistema, de forma que o monitoramento seja mantido por 24 horas, ajudando, principalmente, na prevenção de crimes.

Cassiano Maia afirmou que vai discutir as questões e encaminhar as demandas. Ele sugeriu que seja criada uma centralização nos serviços de monitoramento, incluindo a tecnologia da informação, manutenção dos equipamentos e operadores. Quanto à demanda por mais viaturas, ele também se prontificou a encaminhar a solicitação para o governo do Estado.

Participaram da reunião, alguns funcionários da Suzano, empresa que apoia o conselho, o presidente Eurides de Freitas, a vice-presidente, Stephanie Ferreira, Hausney Gerônimo da Silva, Nelson Alves Rodrigues e Sueide Torres.

Botão Voltar ao topo