Especialistas alertam população para o ‘golpe do falso emprego’ em MS - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Polícia

Especialistas alertam população para o ‘golpe do falso emprego’ em MS

Especialistas alertam a população de Mato Grosso do Sul a redobrar os cuidados para evitar o chamado “golpe do falso emprego”. As vagas são publicadas em redes sociais e até por mensagem.

De acordo com os especialistas e a polícia, o modo de operação das quadrilhas é semelhante e passa pelas seguintes etapas:

  • Anunciavam as vagas nas redes sociais, em maior parte no WhatsApp;
  • As vítimas procuravam pelo emprego e preenchiam um formulário com dados pessoais;
  • Após, golpistas chamavam as vítimas no WhatsApp e iniciam o “processo seletivo”;
  • As vítimas enviavam currículo e aguardavam respostas dos suspeitos;
  • Depois, os suspeitos encaminhavam os desempregados para um falso exame admissional;
  • O exame era pago via PIX pelas próprias vítimas;
  • Chegando na empresa para realizar o exame, as vítimas descobriam o golpe, já que no local combinado não há nenhum consultório.

Especialistas fazem alerta

Para a consultora de Recursos Humanos Milena Mendonça, se a empresa está em processo para recrutar um novo colaborador, o empreendimento não deve oferecer condições ou que a pessoa faça pagamento de alguma taxa.

“Se a pessoa se apresenta como uma recrutadora, te oferece um emprego com alguma condição – que você faça uma venda antes de ser contratado, que você pague para fazer um curso ou até para passar por uma avaliação psicológica -, desconfie! Empresas sérias jamais fazem isso”.

O advogado e especialista em segurança digital, Rafael Chaia, é categórico ao dar dicas para que a população não caia em crimes na internet. “Nunca compartilhe os seus dados ou qualquer informação sensível que você receba no seu telefone com terceiros sem averiguar a origem dessas mensagens. Ninguém pede dinheiro para de dar uma vaga de emprego”.

Emílio Simioni atua como executivo em uma empresa de segurança digital e vê que o golpe com desempregados é cruel. “O golpe que envolve vagas de emprego visa pessoas que já estão em situações vulneráveis, causa um prejuízo ainda maior para aquelas pessoas, normalmente financeiro“.

A Polícia Civil pede para que as pessoas redobrem os cuidados com os golpes nas redes sociais. Caso tenha suspeita, a denúncia deve ser feita. Em Mato Grosso do Sul, boletins de ocorrência podem ser feitos de forma on-line, por meio deste link.

G1MS

Botão Voltar ao topo