Estadão critica Lula e já vê ‘sinais de decrepitude precoce’ no governo - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Política

Estadão critica Lula e já vê ‘sinais de decrepitude precoce’ no governo

Jornal lista retrocessos do petista em 100 dias no Planalto

O jornal O Estado de S. Paulo criticou o presidente Lula nesta segunda-feira, 10. Em um editorial sobre os 100 dias no Palácio do Planalto, o petista é acusado de promover retrocessos na economia, ao desfazer medidas de antecessores, e seu governo já é visto pelo jornal com “sinais de decrepitude precoce”.

“O governo dá ares de envelhecimento acelerado quando parece mais preocupado em criar fatos que lhe garantam vantagens eleitorais, como se estivéssemos às portas da eleição presidencial de 2026, e não em tomar as decisões duras e impopulares que qualquer governo responsável toma quando ainda está embalado pela legitimidade das urnas — ainda mais diante da perspectiva de enfrentar um Congresso crescentemente hostil, em que a base governista aparenta ser frágil e pouco confiável”, observou o Estadão.

Adiante, o jornal afirma que o governo Lula poderia ser “efetivamente melhor, se a disposição de construir fosse tão grande quanto a de desmontar o que foi feito no passado recente”. “Os petistas, a começar por Lula, parecem convictos de que tudo o que foi realizado depois do impeachment da presidente Dilma Rousseff deve ser desfeito por ser fruto de um tal ‘golpe’”, disse o Estadão.

Segundo o editorial, “movido por vingança”, o governo Lula avalizou o desmonte do Marco do Saneamento, para favorecer estatais falidas e incompetentes em detrimento do bem-estar dos pobres; avançou sobre a Lei das Estatais, criada justamente para estancar a corrupção nessas empresas, grande marca dos governos petistas; e mandou parar a reforma do ensino médio, para satisfazer sindicatos em prejuízo dos estudantes, aflitos com um futuro incerto.

Fonte Revista Oeste

Botão Voltar ao topo