Estudante da REME de TL é campeã em Concurso Nacional de Poesia sobre os 200 anos da Independência do Brasil - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Três Lagoas

Estudante da REME de TL é campeã em Concurso Nacional de Poesia sobre os 200 anos da Independência do Brasil

A estudante da Escola Municipal Prof.ª “Maria Eulália Vieira”, Alana Serra Scherer, conquistou a primeira colocação no concurso de poesia denominado “200 anos de Independência: Lendo nossa história, escrevendo nosso futuro” promovido pelo Ministério da Educação, por meio do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Estudantes de toda a rede pública do País, matriculados do 6° ao 9° ano do ensino fundamental, colocaram a criatividade em prática e as dez melhores poesias foram selecionadas, sendo duas de cada região do Brasil. Desse modo, a estudante três-lagoense consagrou-se campeã do Centro-Oeste com a poesia intitulada “Terra de Liberdade”.

O resultado foi divulgado em Diário Oficial e os primeiros colocados, de cada região, receberão uma premiação em dinheiro no valor de R$ 13 mil e terão suas poesias impressas nas capas dos livros didáticos do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD/2024), além de ganharem uma viagem para o evento de premiação, que será em março.

A comissão avaliadora do concurso levou em consideração cinco critérios para seleção das poesias, sendo eles: criatividade, contextualização, autenticidade, expressividade e harmonia estética (ritmo, rima e métrica).

Alana tem 14 anos e é filha da professora da Rede Municipal de Ensino (REME) de Três Lagoas e da Rede Estadual, Liliamani da Silva Serra Scherer. De acordo com a mãe, ela é uma menina abençoada. “Ela é dedicada, então, tudo que ela faz é bem feito, mas o prêmio foi uma surpresa e estou muito feliz”.

A responsável pela produção das poesias, que foram pré-selecionadas na Escola para fazer parte do concurso, prof.ª Lucimeire Leandro da Silva, explicou que a poesia já faz parte da matriz curricular. “A Alana é focada e uma aluna brilhante, ela adora a língua portuguesa. Eu estou muito feliz e orgulhosa”.

A jovem, que demonstra uma maturidade intelectual muito superior à sua idade adolescente, deixa um conselho: “Somos aquilo que fazemos repetidamente, somos os nossos hábitos”.

Angela Brito, Secretária Municipal de Educação e Cultura, explicou que o prêmio que Alana irá receber com certeza servirá de incentivo a outros estudantes que, muitas vezes, não acreditam no próprio potencial intelectual e de criação.

“Estamos felizes com a vitória da nossa estudante e parabenizamos a família, a Escola Municipal Prof.ª Maria Eulália Vieira e a Prof.ª Lucimeire Leandro da Silva pela orientação dos caminhos que Alana deveria percorrer em busca do prêmio e, também, a Prof.ª Patrícia Ravagnani Despato Martinez por ter coordenado e incentivado as Escolas da Rede Municipal de Ensino (REME) a participarem”, ressaltou Angela.

Angela finalizou desejando que a “alegria que estamos sentindo seja ampliada às outras escolas para que, nos próximos concursos, possamos aumentar o número de estudantes vitoriosos como foi Alana Serra Scherer, em 2022.”

CONFIRA A POESIA NA INTEGRA

Terra da Liberdade

Somos frutos dos que partiram

o mundo em diversas partes,

e chamaram de algo seu,

o que nunca os pertenceu!

Forçados a usar sua língua,

Vestir sua gramática,

E quando nos despiam;

De nossa cultura, de nosso “eu”!

Mas nenhum de seus filhos,

Fugiu à luta,

Vossos peitos e braços,

Foram o escudo do Brasil!

E de um povo antes aprisionado,

E feito de escravo,

Nasceu a terra da liberdade,

O lar dos bravos.

Que nossa braveza,

Dure por milhares e milhares de anos,

Até que o pedregulho se torne,

Uma grandiosa montanha!

E os musgos para cobri-la façam seu melhor,

Onde dos mares do Leste,

as vastas florestas,

Se estendem nosso sangue e suor!

No mundo és única e sem igual,

Protegida e amada,

Nossa terra natal.

E então, no escuro houve luz;

A mais brilhosa que já havia sido vista,

Em mais de mil;

E assim, nascia a liberdade,

No horizonte do Brasil!

Botão Voltar ao topo