Gestão petista enfrenta início desastroso na balança de receitas e despesas, rombo de R$ 104,6 bilhões - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
DestaquePolítica

Gestão petista enfrenta início desastroso na balança de receitas e despesas, rombo de R$ 104,6 bilhões

As contas do governo federal apresentaram um rombo de R$ 104,6 bilhões nestes primeiros oito meses de gestão petista. O feito representa o pior resultado no mesmo recorte temporal de mandatos presidenciais anteriores, de acordo com dados do Tesouro Nacional, segundo a Folha de S.Paulo.

O recorde sinaliza, também, que o governo Lula (PT) conseguiu gastar mais do que recebeu neste período analisado. A informação pôde ser constatada graças às estatísticas disponibilizadas pelo Tesouro, Banco Central e Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O déficit se torna ainda mais amargo para a gestão petista ao contemplar que Lula herdou as contas públicas do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em superávit. Não fosse o bastante, antes de assumir, Lula ainda conseguiu que o Congresso Nacional aprovasse uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), em dezembro do ano passado, permitindo a elevação dos gastos em até R$ 168 bilhões para este ano de 2023. Mesmo com o privilégio, o governo pródigo obteve resultado fiscal desastroso.

Para o próximo ano, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, prometeu zerar o déficit, mas especialistas não têm demonstrado otimismo quanto à meta estipulada pelo petista.

Botão Voltar ao topo