Guerreiro se reúne com gestores para definir situação do transporte dos alunos com a volta às aulas, entenda - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Três Lagoas

Guerreiro se reúne com gestores para definir situação do transporte dos alunos com a volta às aulas, entenda

Nesta sexta-feira (1º), o prefeito Angelo Guerreiro convocou reunião com gestores de educação, licitação e jurídico da Prefeitura de Três Lagoas e representante do estado para definir como ficará a situação dos alunos dependentes que do transporte coletivo para voltar às aulas presenciais a partir do dia (4), pois até o momento ainda não foi concluída a contratação de empresa prestadora deste serviço.

A Administração Municipal informa todos os pais e responsáveis ​​de alunos matriculados na Rede Municipal de Ensino (REME) e Rede Estadual de Ensino (REE) que não foi contratada até o momento empresa para prestação de serviço público de transporte coletivo de passageiros que atendia a demanda dos estudiosos que definem se locomover até as unidades de ensino, por meio do passe escolar.

O município segue tentando uma contratação para a prestação deste serviço e abriu, pela segunda vez, a partir do dia 22/09, o cadastro das empresas investigadas no processo licitatório do transporte público, mas até o momento nenhum cadastro foi efetuado, o prazo limite é até o dia 07/10.

A primeira convocação foi realizada de 30/07 a 16/08, apenas duas empresas manifestaram interesse e dissipação a documentos, no entanto, as duas foram inabilitadas no quesito documentos. Será necessário esperar a conclusão da abertura deste cadastro até o dia 07/10 para, posteriormente, tomar como medidas cabíveis para solucionar o impasse.

O prefeito Angelo Guerreiro esclareceu quais serão atendidos: “estamos reunidos para tranquilizar todos os pais, mães, responsáveis ​​e alunos que transportar, esclarecer que nenhum estudante sofrerá penalidades, até enquanto o transporte para não para viabilizado”, tranquilizou o prefeito.

Angela Brito, secretária municipal de Educação e Cultura, explicou que é importante frisar que serão enviados aos alunos que dependem do transporte de todas as atividades e materiais para dar prosseguimento ao estudo.

ANTIGO CONTRATO

O contrato de prestação de serviço de transporte coletivo de passageiros celebrado entre a Prefeitura e a empresa Três Transporte e Serviços é oriundo de uma concessão pública firmada no ano de 2007 com vigência de 15 anos, com término previsto para 2022. Entretanto, o atual cenário econômico afetado pela pandemia mundial da Covid-19 e outros fatores levaram a empresa a solicitar a rescisão contratual no mês de junho.

PRAZO

Durante a reunião foi definido o prazo de 15 dias a contar os dados do fim do cadastro para resolver este impasse e resolver a questão do transporte no Município.

Estiveram presente no encontro, além do prefeito e a secretária de educação, a coordenadora regional de educação do Estado – Marizete Bazé, o assessor jurídico do município – Luiz Gusmão, o Diretor do Departamento de Licitações – Adelvino Freitas, Diretor de Transporte e Trânsito – Flávio Thomé e o Diretor de Transporte – Heitor Luiz dos Santos.

Botão Voltar ao topo