Homem esfaqueia 7 pessoas em hospital e é morto pela polícia em SP - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Polícia

Homem esfaqueia 7 pessoas em hospital e é morto pela polícia em SP

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Um homem entrou em um hospital procurando atendimento e acabou ferindo sete pessoas com uma faca em Américo Brasiliense, interior de São Paulo. Ele foi morto pela polícia após fazer uma pessoa refém.

O QUE ACONTECEU?

O homem procurou atendimento no Hospital Municipal José Nigro Neto e aparentava estar nervoso. Segundo o major da PM Alan Esteves Fernandes Gouvêa, um médico chegou a passar um medicamento para ele.

“Em determinado momento, ele sacou uma faca e começou a esfaquear pessoas”, relatou o major Gouvêa em entrevista a jornalistas em frente ao hospital.

Foram atingidos funcionários e pacientes, informou a polícia militar em nota.

O autor do ataque saiu do hospital e foi flagrado tentando atingir mais uma pessoa. A oitava vítima seria uma enfermeira que chegava para trabalhar. O homem a fez refém, e uma equipe de polícia que passava pela região começou a negociar a liberação da vítima.

Um policial fez um disparo assim que a refém conseguiu se afastar do homem. Segundo nota da PM, ele ameaçava “diversas vezes” atingir a enfermeira no pescoço. O autor do ataque chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Apenas uma das vítimas segue internada e se encontra em estado grave. Um médico da unidade que foi atingido precisou passar por cirurgia, mas a PM não informou se o estado atual.

A reportagem procurou a Prefeitura de Américo Brasiliense para informações sobre os feridos e aguarda retorno.

Segundo a PM, a ocorrência foi encaminhada ao distrito policial local, mas a principal hipótese é que se trata de uma ação isolada. Na coletiva aos jornalistas, o major Alan Gouvêa afirmou que o homem era conhecido na região por fazer uso de drogas.

Botão Voltar ao topo