ISI Biomassa Três Lagoas firma parceria com Boticário para desenvolver pigmentos naturais a partir de microrganismos - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
DestaqueTrês Lagoas

ISI Biomassa Três Lagoas firma parceria com Boticário para desenvolver pigmentos naturais a partir de microrganismos

O segmento de beleza é um dos que mais busca por inovações a fim de desenvolver métodos de trabalho e produtos cada vez mais sustentáveis. Atenta a tais questões, o Grupo Boticário, por meio da Cencoderma – Instituição de Pesquisa e Desenvolvimento de Cosméticos Ltda, firmou parceria com o ISI Biomassa (Instituto Senai de Inovação em Biomassa), de Três Lagoas, para desenvolver pigmentos naturais a partir de microrganismos.

Na avaliação do gerente do ISI Biomassa, João Gabriel Marini da Silva, a parceria enriquece ainda mais a atuação da instituição na busca por soluções transformadoras na indústria. “É uma grande conquista para a equipe do ISI Biomassa poder contribuir com o desenvolvimento de produtos e processos de uma empresa reconhecida como o Grupo Boticário”.

O projeto também conta com fomento da Embrapii (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) e envolve também a empresa brasileira Aqia Quimica Industrial, responsável por fabricar ingredientes para indústrias cosmética, alimentícia, veterinária, famarcêutica e magistral desde 1984.

A coordenadora de pesquisa industrial do ISI Biomassa, Layssa Aline Okamura, destaca que a parceria com grandes empresas de diversos setores, como o Boticário, demonstra a transversalidade de atuação da instituição.

Segundo a pesquisadora, o ISI tem atuado fortemente na obtenção de insumos e ingredientes cosméticos sustentáveis, entretanto, a parceria com a gigante é a primeira relacionada a pigmentos naturais. “Com certeza esperamos que este projeto com o Grupo Boticário possa nos posicionar perante ao mercado com um player de destaque no desenvolvimento de produtos e processos sustentáveis para o setor de cosméticos”.

O Grupo Boticário é uma das 15 maiores companhias de beleza do mundo e a sétima mais sustentável, de acordo coma DowJones Sustainability Index, de novembro de 2021.

Fonte Fiems

Botão Voltar ao topo