Mato Grosso do Sul tem mais de 30 pontos de interdições em protestos contra resultado das urnas após - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Sem categoria

Mato Grosso do Sul tem mais de 30 pontos de interdições em protestos contra resultado das urnas após

Ao menos 34 trechos de rodovias em Mato Grosso do Sul têm bloqueios por causa de manifestações nesta segunda-feira (31). Os atos tiveram início na noite de domingo (30), logo após os resultados do segundo turno das eleições que terminou com a volta de Lula ao poder.

Conforme informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) ao e Polícia Militar Rodoviária Estadual (PRE) G1MS, ao menos 25 cidades registram manifestações com interdições de rodovias.

Segundo levantamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF), as principais vias de Mato Grosso do Sul estão com interdições: a BR-060, a BR-262 e a BR-163. A Polícia Militar Rodoviária (PMR), informou que a MS-080, MS-156, MS-386, também estão com trechos interditados.

Conforme balanço, os trechos interditados das rodovias em Campo Grande, Bandeirantes, São Gabriel do Oeste, Rio Verde de Mato Grosso, Coxim, Chapadão do Sul, Camapuã e Terenos estão todos sentido norte.

Veja a lista:
BR 163, km 490; (Campo Grande): Veículos de emergência e carga viva com livre passagem
BR 163, km 550; (Bandeirantes): Veículos de emergência e carga viva com livre passagem.
BR 163, km 614; (São Gabriel do Oeste): Veículos pequenos passando por dentro da cidade
BR 163, km 679,9; (Rio Verde de Mato Grosso): Veículos de emergência e carga viva com livre passagem.
BR 163, km 767; (Coxim): Veículos de emergência e carga viva com livre passagem.
BR 060. km 191.7: (Camapuã): Completamente interditado.
BR 262, km 383,7; (Terenos): Veículos pequenos passando por dentro da cidade.
BR 163. km 466: (Campo Grande): Completamente interditado.
BR 060, km 368: (Campo Grande): Completamente interditado.
BR 267, km 364;(Maracaju): Veículos de emergência, de passeio e carga viva com livre passagem
BR 158, Km 95: (Paranaíba). Não interditado.
BR 158, KM 04 (Cassilândia). Passando veículos de passeio e emergência.
BR 163, km 256; (Dourados): Veículos de passeio, ônibus, carga viva e perecível, estão passando normalmente.
BR 163, km 206;(Caarapó): Livre passagem para veículos de emergência, de passeio, carga perecível e viva e produto perigoso.
BR 060, km 63; (Paraiso das Aguas): Completamente interditado.
BR 163, km 730 (Coxim): Completamente interditado
BR 163, km 837;(Sonora): Completamente interditado
BR 267, km 477; (Jardim – trevo para Bonito): Veículos de passeio com livre passagem.
BR 262, km 765; (Corumbá – Lampião Aceso): A cada 30 minutos veículos pequenos são liberados.
BR 163, km 324; (Rio Brilhante): (veículos de carga parando em posto de combustível).
BR 262, km 486; (Anastácio).
BR 262, km 557; (Miranda). Liberação a cada 30 minutos.
BR 163, km 117; (Naviraí).
BR 060, km 544; (Nioaque): Apenas veículos de emergência com livre passagem.
BR 060, km 675; (Bela Vista).
BR 463, km 115; (Ponta Porã). Liberação a cada 1 hora.
BR 163, km; (Mundo Novo – MS).
BR 060, km 430; (Sidrolândia – MS)

Rodovias estaduais

  • MS-386 – Ponta Porã-Amambai;
  • MS-156 – Amambai-Caarapó;
  • MS-289 – perto de Coronel Sapucaia;
  • MS-306 – Chapadão do Sul;
  • MS-306 – Cassilândia;
  • MS-080 – Corguinho-Rochedo (Km 70).

Cidades em MS com interdições

  • Corguinho
  • Rochedo
  • Caarapó
  • Amambai
  • Ponta Porã
  • Cassilândia
  • Chapadão do Sul
  • Miranda
  • Anastácio
  • Rio Brilhante
  • Corumbá
  • Jardim
  • Sonora
  • Coxim
  • Paraíso das Águas
  • Dourados
  • Cassilândia
  • Paranaíba
  • Maracaju
  • Terenos
  • Camapuã
  • Rio Verde
  • São Gabriel do Oeste
  • Bandeirantes
  • Campo Grande
  • Três Lagoas

Em Campo Grande, caminhoneiros são impedidos de entrar no Polo Industrial Norte, que fica na saída da cidade para o Mato Grosso, na BR-163.

A região abriga 40 empresas, que vão desde a fabricação de tijolos, passando pelo setor de alimentos, até o de confecção.

Em Três Lagoas, a manifestação é na BR-262 saída para SP.

Em nota, a PRF afirmou que desde a noite de domingo (30) acompanha as manifestações nas rodovias do Brasil e já acionou a Advocacia-Geral da União para conseguir judicialmente ordem de liberação das vias.

Com informações do G1

Botão Voltar ao topo