MS: Exportação de industrializados registra em junho o melhor resultado em toda série histórica - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
DestaqueMato Grosso do Sul

MS: Exportação de industrializados registra em junho o melhor resultado em toda série histórica

A receita com a exportação de produtos industrializados de Mato Grosso do Sul alcançou US$ 456,5 milhões, indicando crescimento de 13% em relação ao mesmo mês de 2021, quando o valor ficou em US$ 405,1 milhões, conforme levantamento do Radar Industrial da Fiems. Esse foi o melhor resultado já registrado para o mês em toda a série histórica da exportação de produtos industriais do Estado.

Já no acumulado de 2022 a receita total alcançou US$ 2,39 bilhões, proporcionando crescimento de 19% em relação ao mesmo período de 2021, quando o valor ficou em US$ 2,01 bilhões, resultando na maior receita já alcançada no período indicado. Quanto à participação relativa, no mês, a indústria respondeu por 69% de toda a receita de exportação de Mato Grosso do Sul. Já no acumulado do ano, a participação está em 59%.

Grupos que apresentaram maior participação nas receitas de exportação

Segundo o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende, os grupos “Celulose e papel”, “Complexo frigorífico” e “Óleos vegetais e demais produtos de sua extração” respondem por 88% da receita das exportações do setor industrial no período de janeiro a junho, sendo 34% para o primeiro grupo, 32% para o segundo e 22% para o terceiro grupo. Logo em seguida estão os grupos “Extrativo Mineral” e “Açúcar e álcool”, ambos com 3% cada, e “Metalmecânica”, com 2%.

No grupo “Complexo frigorífico”, a receita de exportações em junho alcançou US$ 143 milhões e no acumulado de janeiro a junho, US$ 806 milhões. Os principais produtos exportados foram carnes desossadas congeladas de bovino, pedaços e miudezas congelados de frango, carnes desossadas refrigeradas de bovino e frango inteiro congelado. Os principais países compradores foram China, Chile, Estados Unidos, Egito e Emirados Árabes.

Com relação ao grupo “Celulose e papel”, a receita de exportações de industrializados atingiu em junho US$ 125 milhões e no acumulado do ano, US$ 758,1 milhões. Pastas químicas de madeira foram o principal produto exportado e os maiores compradores foram China, Estados Unidos, Itália, Holanda e Emirados Árabes.

Já no grupo “Óleos vegetais e demais produtos de sua extração, a receita de exportações de produtos industrializados em junho foi de US$ 112,9 milhões, enquanto no acumulado do ano foi de US$ 766,7 milhões. Os principais produtos comercializados foram bagaços e resíduos sólidos da extração do óleo de soja, farinhas e pellets da extração do óleo de soja, óleo de soja bruto e óleo de soja refinado. Os principais países compradores foram Índia, Holanda, Indonésia, Venezuela e Tailândia.

Botão Voltar ao topo