Para evitar aumento dos casos de dengue o foco é reforçar cuidados e prevenção, dizem autoridades - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Mato Grosso do Sul

Para evitar aumento dos casos de dengue o foco é reforçar cuidados e prevenção, dizem autoridades

O combate e a prevenção contra a dengue estão na agenda do Estado, com ações de conscientização e em breve uma nova campanha, que tem o objetivo de alertar a população sobre a necessidade de retomar todos os cuidados necessários para que o mosquito não se prolifere.

De acordo com a SES (Secretaria Estadual de Saúde) somente neste início de ano já foram 129 casos notificados, sendo sete confirmados. No ano passado o boletim da dengue registrou 23 mortes em função da doença, com 57.323 casos notificados, sendo 20.797 confirmados.

As autoridades de saúde pública destacam que a população já tem conhecimento sobre o que deve fazer no seu quintal e nos terrenos baldios. Por isso a necessidade é de apenas reforçar os cuidados e não deixar esta limpeza para o outro dia, já que nesta época de chuvas a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

“Os cuidados precisam continuar, chamando atenção da população para evitar a proliferação do mosquito. É natural que todas as vezes que surge um adversário maior na saúde, como a covid, muitos relaxem com aqueles que parecem sob controle, mas as chuvas chegaram e as pessoas precisam fazer a sua parte. O combate à dengue é um dever do Estado, mas é uma tarefa de cada cidadão”, reforçou o secretário estadual de Saúde, Maurício Simões Corrêa.

Cuidados

O combate ao mosquito Aedes aegypti é de muita importância, porque é uma prevenção não apenas contra dengue, mas também em relação a Zika e a Febre do Chikungunya.

Para controlar a proliferação do mosquito é preciso evitar água parada, em qualquer época do ano, mantendo bem tampado tonéis, caixas e barris de água, caixas d’agua; acondicionar pneus em locais cobertos; remover galhos e folhas de calhas; não deixar água acumulada sobre a laje; encher pratinhos de vasos com areia até a borda ou lavá-los uma vez por semana e fazer sempre a manutenção de piscinas.

Além disso, é importante trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana; colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas; fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais; manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo; tampar ralos; catar sacos plásticos e lixo do quintal, entre outras medidas que impeçam o acúmulo de água e de sujeiras.

Botão Voltar ao topo