Pesquisa encomendada pela Fiems aponta segundo turno entre André e Riedel - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Política

Pesquisa encomendada pela Fiems aponta segundo turno entre André e Riedel

Como parte da iniciativa de acompanhar e analisar o cenário político em Mato Grosso do Sul, a Fiems divulga, nesta quinta-feira (29/09), pesquisa de intenção de voto para os cargos de governador e senador de Mato Grosso do Sul e presidente da República. De acordo com o levantamento, realizado pelo instituto Paraná Pesquisas, as eleições no Estado deverão ser decididas em segundo turno entre os candidatos André Puccinelli (MDB) e Eduardo Riedel (PSDB).

Na pesquisa espontânea, o ex-governador aparece em primeiro lugar, com 12,7%, enquanto Riedel fica em segundo, com 10,8% das intenções de voto. Marquinhos Trad (PSD) vem em terceiro lugar, com 8,8%; Capitão Contar (PRTB) tem 7,4%, em quarto lugar. O quinto lugar fica com Rose Modesto (União Brasil), com 7,3%, seguida por Giselle Marques (PT), com 1%, e Adonis Marcos (Psol), com 0,1%.

Outros nomes citados somaram 0,5%. Não sabem ou não responderam 45,8% dos entrevistados e 5,6% disseram que vão votar em branco ou nulo.

Já no levantamento estimulado, André Puccinelli continua na frente, com 21,3% das intenções de voto. Eduardo Riedel aparece em segundo lugar, com 18,5%, e Marquinhos Trad permanece em terceiro, com 16,2%. Rose Modesto fica em quarto lugar, com 13,6%. Em quinto lugar aparece Capitão Contar, com 13,1% dos votos; em sexto lugar, Giselle Marques, com 2,9%; em sétimo lugar, Adonis Marcos, com 0,5%; e em oitavo vem Magno de Souza (PCO), com 0,3% das intenções de voto.

Não sabem ou não responderam 6,4% dos entrevistados e 7,3% disseram que vão votar em branco ou nulo.

Senado

A pesquisa encomendada pela Fiems também avaliou a intenção de votos em Mato Grosso do Sul para o Senado. Na espontânea, Tereza Cristina (PP) lidera, com 24,8%. Em segundo lugar aparece Luiz Henrique Mandetta (União Brasil), com 6,8%, e em terceiro lugar, juiz Odilon de Oliveira (PSD), com 5,3%. Professor Thiago Botelho (PT) fica em quarto lugar, com 2,1%, e em quinto lugar, Anizio Tocchio (Psol), com 0,1%.

Outros nomes citados somaram 0,5%. Não sabem ou não responderam 51,2% dos entrevistaos e 9,2% disseram que vão votar em branco ou nulo.

Já na estimulada, Tereza Cristina continua na frente, com 45,1%, e Luiz Henrique Mandetta segue em segundo lugar, com 15,8%. Em terceiro lugar vem o juiz Odilon de Oliveira, com 15,1%; em quatro, o professor Thiago Botelho, com 4,9%; em quinto, Anizio Tocchio, com 0,7%; e em sexto lugar aparece Jefferson Bezerra (Agir), 0,4% das intenções de voto.

Não sabem ou não responderam 8,1% dos entrevistados e 10% disseram que vão votar em branco ou nulo.

Presidente

O levantamento encomendado pela Federação das Indústrias ainda avaliou a intenção de votos dos eleitores de Mato Grosso do Sul para presidente da República. Na pesquisa estimulada, Jair Bolsonaro (PL) lidera no Estado, com 50,1%, e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece em segundo lugar, com 30,5%.

Simone Tebet (MDB) fica em terceiro lugar, com 5,1% dos votos, seguida por Ciro Gomes (PDT), em quarto lugar, com 3,4%, e Soraya Thronicke (União Brasil), em quinto lugar, com 0,7%. Felipe D’Ávila (Novo) aparece em sexto lugar, com 0,5% das intenções de voto. Padre Kelmon (PTB), Sofia Manzano (PCB) e Vera Lucia (PSTU) têm, cada um, 0,1%.

Não sabem ou não responderam 3,8% dos entrevistados e 5,6% disseram que vão votar em branco ou nulo.

Registro no TSE

A pesquisa foi realizada pelo Instituto Paraná de Pesquisas e Análise de Consumidor Ltda e registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob os números MS-04278/2022 e BR-07898/2022. Foram ouvidos, com entrevistas pessoais, 1.540 eleitores de 44 municípios de Mato Grosso do Sul entre os dias 24 e 28 de setembro. A amostra atinge um nível de confiança de 95% para uma margem estimada de erro de 2,5%.

Fiems

Botão Voltar ao topo