Polícia Civil fecha ponto de prostituição e prende gerente suspeito de exploração sexual infantil - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Polícia

Polícia Civil fecha ponto de prostituição e prende gerente suspeito de exploração sexual infantil

No último sábado (2), a Polícia Civil deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido em desfavor de um homem suspeito de gerenciar um prostíbulo em Água Clara, na qual, supostamente, ocorre a exploração sexual de adolescentes.

Na mesma ação, a Polícia Civil cumpriu a medida cautelar de proibição de exploração de atividade econômica contra uma idosa, proprietária do estabelecimento, fechando o local, e, conforme determinação judicial, ela fica proibida de abrir ou manter bares, boates, danceterias ou estabelecimentos congêneres nos quais possa ocorrer a exploração sexual.

Há alguns dias, o Conselho Tutelar procurou a Polícia Civil após tomar conhecimento de que uma menina de apenas 15 anos estava sendo explorada sexualmente numa zona do baixo meretrício. Foram realizadas diligências para apuração dos fatos e constatou-se que uma mulher de 70 anos era a proprietária do estabelecimento e um homem de 41 anos o gerenciava.

PCMS

ads

Botão Voltar ao topo