Prefeitura de TL cria Projeto de Lei para entregar notebook e dar acesso à internet para todos os professores da REME - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Sem categoria

Prefeitura de TL cria Projeto de Lei para entregar notebook e dar acesso à internet para todos os professores da REME

A Secretária de Educação e Cultura, Angela Brito, junto ao prefeito Angelo Guerreiro, apresentou, no dia 1º de junho, à comissão de Educação do Legislativo Municipal o Programa Ensinar e Aprender Pelas Tecnologias – PROATEC. E, na manhã desta terça-feira (6) a secretária se reuniu com os demais vereadores, na Câmara Municipal, para apresentação deste Projeto de Lei que será votado na próxima segunda-feira (12), em um Sessão Extraordinária.

Angelo Guerreiro destacou que o Proatec é um programa bastante arrojado, pois engloba vários projetos cujo objetivo é a melhoria da educação no nosso Município e também a valorização dos professores das unidades da Rede Municipal de Ensino (REME). “Não basta ter vontade de melhorar os índices da educação sem ter os recursos e equipamentos necessários e as pessoas preparadas para a condução do processo; e a equipe da secretária Angela tem competência para isto”, completou o gestor indicando, ainda, que o Proatec está sendo planejado desde o início deste ano de 2021.

Angela, por sua vez, explica que o Proatec é um programa que é composto de vários outros projetos, conforme determinam as políticas educacionais. “Foi planejado para elevar ainda mais a qualidade da educação oferecida aos estudantes matriculados na Rede Municipal Pública de Três Lagoas e também para que possamos incluir digitalmente todos os nossos professores, dando-lhes condições estruturais [computadores, rede lógica, internet, etc], e ainda a formação para enfrentarem os desafios da educação deste tempo”.

PROFESSORES CONECTADOS

O Proatec, em um dos seus projetos, contemplará os professores e equipe pedagógica da REME com um notebook e R$ 70 por mês de auxílio à internet. Ao todo serão 1.117 professores e coordenadores pedagógicos que poderão aderir ao Proatec e, de acordo com a secretária, o Programa foi criado para dar condições efetivas aos atores principais do processo de ensino e aprendizagem com vistas a uma educação realmente de qualidade, inclusiva e humana.

Além disso, o Proatec, no bojo de seus projetos, traz ainda a construção do Centro de Referência de Atendimento e Formação dos Profissionais da Educação – CREFOR e também o Núcleo de Tecnologia no mesmo local. Esses locais têm como missão a formação continuada dos profissionais.

ALUNOS CONECTADOS

No projeto também está incluso a aquisição de lousas digitais para as unidades de ensino (escolas e centros de educação infantil). Além disso, a secretária pontuou que serão adquiridos tablets com internet, sendo que na primeira etapa os contemplados serão os estudantes do 6º ao 9º ano.

O Proatec tem como principal meta ensinar e aprender por meio das tecnologias, reduzir a reprovação e o índice de evasão escolar. “Queremos estimular nossos estudantes a terem motivo para estarem na escola, permanecer nela com aprendizagem. Quando o aluno tem prazer em estudar, ele não abandona a escola”, explicou Angela.

Botão Voltar ao topo