Prefeitura de Três Lagoas participa da Conferência Livre de Ciência, Tecnologia e Inovação 2024 - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Três Lagoas

Prefeitura de Três Lagoas participa da Conferência Livre de Ciência, Tecnologia e Inovação 2024

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SEDECT), esteve presente na Conferência Livre de Ciência, Tecnologia e Inovação, promovida pelo ISI Biomassa (Instituto Senai de Inovação em Biomassa), no dia 11 de março, na sede do ISI.

Representando a Prefeitura de Três Lagoas, participaram do evento o secretário SEDECT, José Aparecido de Moraes, o diretor de Indústria e Comércio, Adenaldo Nunes, e o agente municipal de Desenvolvimento, Frank Morais.

O encontro é preparatório para a 5ª Conferência Nacional, organizada pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTI), e teve como tema: Reindustrialização em novas bases e apoio à inovação nas empresas.

Na ocasião, o secretário explanou sobre a política municipal de desenvolvimento e os avanços da gestão municipal no fortalecimento da atividade industrial no município. Moraes destacou também os benefícios criados pela gestão do atual prefeito, Angelo Guerreiro, para atrair mais empresas para Três Lagoas e estimular a geração de emprego e renda na cidade, como a doação de áreas para implantação de empresas no distrito industrial, a lei de incentivos fiscais e de inovação, promulgada recentemente, que incita o surgimento de novas “startups” de base tecnológica em TL.

 “Três Lagoas avançou muito no setor industrial nos últimos anos. Hoje, algumas das maiores indústrias do Brasil no setor de cabos e fios elétricos e também do segmento de embalagens estão instaladas em Três Lagoas”, pontuou o secretário.

Também esteve presente na ocasião o secretário executivo de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (SEMADESC), Ricardo Sena, que reforçou a necessidade de aproveitar a Conferência para estreitar as relações entre pesquisa e empresas. “Nós temos claramente um problema muito sério, as instituições de ciência e tecnologia fazem muito, mas não conseguem ter uma boa relação com o setor privado”.

Frank Morais, agente de desenvolvimento do município, enfatizou que os debates altamente qualificados, no âmbito da 5ª (CNCTI), propiciaram o mapeamento de questões às quais o país precisa avançar, especialmente em relação à formação de mão de obra qualificada, inovação no processo de produção das empresas e adoção de tecnologias sustentáveis que possibilitam a redução das emissões de dióxido de carbono (CO2).

A 5ª Conferência Livre de Ciência, Tecnologia e Inovação é um espaço de informação e conhecimento de excelência, bem como de diálogo entre diferentes fontes formais de informações, que buscam contribuir para a melhoria da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) brasileira.

Botão Voltar ao topo