Programa Suzano de Educação beneficia mais de 200 mil pessoas em 2022 - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Três Lagoas

Programa Suzano de Educação beneficia mais de 200 mil pessoas em 2022

Iniciativa é realizada em munícipios dos estados da BA, ES, MA, MS e SP e contempla estudantes e profissionais das redes municipais de ensino

Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, beneficiou mais de 200 mil pessoas, entre estudantes, educadores(as) e equipes intersetoriais, em 2022, por meio do Programa Suzano de Educação (PSE). A iniciativa tem como objetivo apoiar lideranças educacionais, garantir a equidade no ensino de escolas públicas, formar profissionais da educação e fortalecer a participação social em prol de uma formação integral do(a) estudante, contribuindo assim para a melhoria da qualidade do ensino público do País. No ano passado, as atividades foram realizadas em municípios dos estados da Bahia, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso do Sul e São Paulo.

O PSE tem como foco a formação integral de estudantes nas diferentes etapas da vida, considerando os aspectos intelectual, físico, emocional, cultural e social. A atuação ocorre por meio da qualificação profissional de educadores(as) de escolas públicas, da articulação intersetorial entre educação, saúde e assistência social e do estímulo para que famílias e comunidades se envolvam mais na vida escolar. Ao priorizar a educação em seus programas de investimento, a Suzano busca colaborar para atingir a meta de reduzir a pobreza substancialmente no país eaumentar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) em 40% em todos os municípios prioritários até 2030, ambos objetivos fazem parte do conjunto de Compromissos para Renovar a Vida, estabelecidos pela companhia.         

Análises sobre o contexto educacional, evidenciam que a pandemia da Covid-19 teve um grande impacto na educação brasileira. Cinco milhões de estudantes deixaram de frequentar a escola ou perderam acesso às atividades escolares. O dado faz parte de levantamento do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), de 2021, que também revelou a baixa permanência escolar e o alto índice de reprovação estudantil. Além disso, um estudo realizado pela organização Todos Pela Educação com familiares de estudantes mostra que, entre 2019 e 2021, houve um aumento de 66% no número de crianças de 6 e 7 anos que, na percepção de seus responsáveis, não sabem ler e escrever. O número passou de 1,4 milhão em 2019 para 2,4 milhões em 2021. 

Reverter esse quadro é um desafio, ainda mais quando se leva em consideração que a engrenagem da desigualdade social funciona em ritmo progressivo e intenso no Brasil. A pandemia da Covid-19 aumentou ainda mais o abismo social existente entre pessoas de classes, gêneros, raças e regiões distintas.

O Programa Suzano de Educação vem, desde 2020, contribuindo para a melhoria da qualidade educacional nos territórios em que atua. Em 2022, o Programa deu continuidade ao plano de formação de profissionais da educação para garantir o desenvolvimento integral dos estudantes.

O pilar metodológico do Programa Suzano de Educação são os Arranjos de Desenvolvimento da Educação (ADE), que têm como base a cooperação intermunicipal, fortalecendo lideranças de municípios próximos e com características sociais semelhantes. O objetivo é que os participantes criem soluções de acordo com os desafios educacionais enfrentados. No centro desse regime de colaboração está a tentativa de superar a desigualdade educacional entre os municípios, de modo que  os profissionais de diferentes redes de ensino de uma mesma região buscam minimizar as dificuldades e potencializar as oportunidades em comum,  garantindo que as crianças e os jovens da região possam ter acesso igualitário a um ensino de qualidade e, consequentemente,  uma trajetória escolar bem-sucedida.  

“Para construir o futuro que desejamos, entendemos que será necessário investir em uma educação de qualidade, um dos desafios mais importantes do Brasil. Com o Programa Suzano de Educação, investimos na melhoria da qualidade do ensino público por meio do desenvolvimento profissional dos educadores e do engajamento e participação das famílias e comunidades, com foco na aprendizagem dos estudantes”, afirma Giordano Automare, Gerente Executivo de Desenvolvimento Social da Suzano.  “Neste Dia da Educação, convidamos o setor corporativo a refletir sobre a importância de ser protagonista da mudança na educação do País”, complementa o executivo.

Somente em 2022, o Programa Suzano de Educação promoveu mais de 146 encontros, entre eles os Arranjos de Desenvolvimento da Educação, Gestão Educacional e Gestão Escolar, com aproximadamente 1.600 participantes, além de contar com a participação de 888 escolas.  Para 2023, o PSE seguirá implementando suas estratégias de engajamento dos municípios, por meio do fortalecimento do regime de colaboração intermunicipal nos territórios dos ADEs, evidenciando o processo formativo contínuo das equipes técnicas, a importância da atuação em rede para superação das violações de direitos e no fortalecimento de uma gestão educacional de qualidade.

Sobre a Suzano

Suzano é a maior produtora mundial de celulose, uma das maiores produtoras de papel da América Latina e referência no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras de origem renovável. Os produtos da companhia, que fazem parte da vida de mais de 2 bilhões de pessoas e abastecem mais de 100 países, incluem celulose, papéis para imprimir e escrever, canudos e copos de papel, embalagens de papel, absorventes higiênicos e papel higiênico, entre outros. A Suzano é guiada pelo propósito de ‘Renovar a Vida a Partir da Árvore’. A inovabilidade, a busca da sustentabilidade por meio da inovação, orienta o trabalho da companhia no enfrentamento dos desafios da sociedade. Com 99 anos de história, a empresa tem ações negociadas nas bolsas do Brasil (SUZB3) e dos Estados Unidos (SUZ). Saiba mais em www.suzano.com.br

Botão Voltar ao topo