Receita de industrializados de Mato Grosso do Sul chega a US$ 476 milhões em março; melhor resultado para o mês - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
DestaqueEconomia

Receita de industrializados de Mato Grosso do Sul chega a US$ 476 milhões em março; melhor resultado para o mês

A receita com a exportação de produtos industriais alcançou em março US$ 476 milhões de dólares, indicando crescimento de 14% em relação ao mesmo mês de 2022, quando o valor ficou em US$ 418,2 milhões. Os números fazem de parte de levantamento do Radar Industrial da Fiems e indicam o melhor resultado já registrado para o mês em toda a série histórica da exportação de produtos industriais de Mato Grosso do Sul.

Já no acumulado de 2023 a receita total alcançou US$ 1,167 bilhão de dólares, proporcionando crescimento de 11% em relação ao mesmo período de 2022, quando o valor ficou em US$ 1,047 bilhão. Essa é maior receita já alcançada com a exportação de produtos industriais no período de janeiro a março.

“Quanto à participação relativa, no mês, a indústria respondeu por 49% de toda a receita de exportação de Mato Grosso do Sul. Já no acumulado do ano, a participação está em 57%”, afirmou o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems.

Grupos que apresentaram maior participação nas receitas de exportação

Ainda de acordo com o economista, os segmentos industriais que apresentaram maior participação nas receitas de exportação foram “Celulose e papel”, “Complexo frigorífico” e “Óleos vegetais e demais produtos de sua extração”, respondendo por 81% das exportações no período entre janeiro e março.

No grupo “Celulose e papel”, a receita de exportações alcançou em março deste ano US$ 145,3 milhões. Já no acumulado de janeiro a março, o valor foi de US$ 384 milhões. Os principais produtos exportados foram pastas químicas de madeira e os principais compradores foram China, Estados Unidos, Holanda, Itália e Argentina.

Com relação ao grupo “Complexo frigorífico”, as exportações atingiram em março US$ 104,7 milhões, enquanto que no acumulado do ano, o total foi de US$ 348,5 milhões. Os principais produtos comercializados foram carnes desossadas e congeladas de bovino, pedaços e miudezas congelados de frango, carnes desossadas e refrigeradas de bovino e carne de suíno congelada. Os principais importadores foram China, Estados Unidos, Chile, Japão e Emirados Árabes.

Quanto ao grupo “Óleos vegetais e demais produtos de sua extração”, a receita de exportações alcançou em março US$ 102 milhões e, no acumulado de janeiro a março, US$ 215,3 milhões. Os principais produtos exportados foram bagaços e resíduos sólidos da extração do óleo de soja, farinhas e pellets da extração do óleo de soja, óleo de soja bruto e óleo de soja refinado. Os principais países compradores foram Índia, Holanda, Polônia, Venezuela e Tailândia.

Fonte Fiems

Botão Voltar ao topo