Rose Modesto anuncia apoio a Capitão Contar no segundo turno em MS - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Política

Rose Modesto anuncia apoio a Capitão Contar no segundo turno em MS

A deputada federal Rose Modesto (União Brasil), ex-candidata ao Governo de MS nestas eleições ordinárias, anunciou nesta segunda-feira (10) que apoiará Capitão Contar (PRTB) para o segundo turno, que acontecerá no próximo dia 30. A informação é do Jornal Midiamax.

Por meio de nota, a deputada declarou que o apoio a Capitão Contar ocorre porque o candidato seria o que mais se alinharia a sua visão de mudança.

“Desde que lancei minha candidatura ao governo venho defendendo mudanças na gestão, que considero essenciais para o desenvolvimento do MS e para melhoria de vida da população, priorizando as pessoas, pois, um estado tão rico não pode ser tão desigual. Sendo assim, aquele que mais se alinha à minha visão de mudança é o projeto do candidato capitão Contar”, traz trecho da nota.

A deputada revelou que o apoio a Contar contou com incorporação das principais propostas de sua campanha, “como o combate à pobreza, o enfrentamento da violência contra a mulher, a valorização dos servidores, a equidade salarial para professores temporários, o fim da fila na saúde, entre outras”.

De saída do União Brasil

Rose também destacou que deixará o União Brasil, partido pelo qual concorreu ao cargo executivo. A ex-candidata cita “desrespeito, da falta de diálogo e do descumprimento de compromissos firmados” na nota oficial.

“Após consultar minha base política, tomei a decisão de deixar o União Brasil por conta do desrespeito, da falta de diálogo e do descumprimento de compromissos firmados pela direção do partido com candidatos a deputado estadual e deputado federal de nossa chapa durante a campanha. Esse fato, inclusive, inviabilizou projetos de vários correligionários que tinham chances reais de serem eleitos, mas, por esse motivo, não conseguiram alcançar seus objetivos.

2º turno em Mato Grosso do Sul

Capitão Contar disputa pela primeira vez uma eleição ao Governo do Estado, mas foi o deputado estadual eleito com mais votos na história de Mato Grosso do Sul: mais de 80 mil nas últimas eleições. Ele recebeu o apoio em rede nacional do presidente Jair Bolsonaro (PL) no último debate presidencial transmitido nesta semana, surpreendendo até mesmo o candidato que era apoiado pelo presidente no Estado, Eduardo Riedel (PSDB).

Como vice da chapa está o ex-presidente do PRTB em Mato Grosso do Sul, Humberto Figueiró, única candidatura de chapa pura no Estado. Segundo Figueiró, a decisão de nomeação de vice não foi realizada em um evento, mas sim, em um encontro que definiu harmonicamente a indicação.

Eduardo Riedel (PSDB) disputa pela primeira vez uma eleição. Ele é o candidato do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que deixa a administração pública estadual no final de 2022. Riedel foi secretário de Governo e Gestão Estratégica de Reinaldo.

Como vice da chapa com Riedel disputa Barbosinha (PP), que atualmente é deputado estadual. Da região de Dourados, Barbosinha é advogado, já foi titular da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), além de diretor-presidente da Sanesul.

Confira a nota de Rose Modesto na íntegra

“Quero me dirigir aos trabalhadores do setor de comunicação de nosso estado para agradecer pela cobertura destas eleições e reconhecer, publicamente, a importância do papel da imprensa no fortalecimento da democracia em nosso país. Agradeço, também, aos mais de 178 mil eleitores que confiaram em mim e apoiaram as ideias do projeto que apresentamos para o governo de Mato Grosso do Sul durante o primeiro turno do processo eleitoral.

Aproveito, também, para comunicar a todos que, após consultar minha base política, tomei a decisão de deixar o União Brasil por conta do desrespeito, da falta de diálogo e do descumprimento de compromissos firmados pela direção do partido com candidatos a deputado estadual e deputado federal de nossa chapa durante a campanha. Esse fato, inclusive, inviabilizou projetos de vários correligionários que tinham chances reais de serem eleitos, mas, por esse motivo, não conseguiram alcançar seus objetivos.

Quanto a meu posicionamento sobre o segundo turno aqui, no estado, desde que lancei minha candidatura ao governo venho defendendo mudanças na gestão, que considero essenciais para o desenvolvimento do MS e para melhoria de vida da população, priorizando as pessoas, pois, um estado tão rico não pode ser tão desigual. Sendo assim, aquele que mais se alinha à minha visão de mudança é o projeto do candidato capitão Contar.

Teremos nossas principais propostas incorporadas ao seu plano de governo, que vão ao encontro das pautas que defendi minha vida toda, como o combate à pobreza, o enfrentamento da violência contra a mulher, a valorização dos servidores, a equidade salarial para professores temporários, o fim da fila na saúde, entre outras.

Entendo que, dessa forma, posso continuar a servir à população do nosso estado e contribuir com a construção de um Mato Grosso do Sul mais justo, mais humano e menos desigual. Porque a política que acredito é feita assim: honrando compromissos, com ética, com seriedade e com respeito”.

Botão Voltar ao topo