Indicativos aponta “seca extrema” com falta de chuvas na região de Três Lagoas – Bolsão em Destaque de Três Lagoas
DestaqueTrês Lagoas

Indicativos aponta “seca extrema” com falta de chuvas na região de Três Lagoas

Dados de históricos da chuva apontam uma média 78mm de chuva nos últimos 30 anos no munícipio, no entanto, em 2021, Três Lagoas enfrenta uma seca extrema, e apenas 8% da média de chuvas caiu.

Alerta do “Monitoramento e Previsão da situação da seca no Pantanal”, o Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais) que apresentou os índices de precipitação acumulada ao longo mês de abril em Mato Grosso do Sul.

De acordo com o levantamento, o Cemaden e o CPRM (Serviço Geológico Brasileiro) estima este mesmo cenário deverá se repetir no mês de maio, ressaltando a baixa precipitação no período mais chuvoso do ano, que não foi suficiente para elevar o nível dos rios aos valores das médias históricas.

Segundo mapa, tem claras indicações de seca mais intensa na região do Bolsão (Seca Extrema)

Alerta do Governo do Estado,

O Governo do Estado deve decretar, nos próximos dias, Emergência Ambiental em Mato Grosso do Sul, segundo técnicos do Cemaden, do Inpe e do Serviço Geológico Brasileiro na reunião da Sala de Crise do Pantanal, destacou o baixo volume de chuvas nos últimos 30 dias no Estado e o indicativo de condições de seca em praticamente todos os municípios sul-mato-grossenses ao longo de 2021.

Botão Voltar ao topo