SMAS segue com ações da Campanha 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres - Bolsão em Destaque de Três Lagoas
Três Lagoas

SMAS segue com ações da Campanha 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), por meio do Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência – CRAM “Halley Coimbra”, continua o importante trabalho em prol de uma sociedade sem violência com ações da Campanha 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres. A Campanha é um movimento anual, com abrangência em 160 países, desde 2003, pela erradicação de todo o tipo de violência com as mulheres e, garantia de seus direitos.

Em Três Lagoas a campanha iniciou no dia 22 de novembro com diversas entrevistas nos canais de imprensa e uma Palestra para SCFV Colo de Mãe, no CRAS São João, onde foi abordados os ciclos de violências e os marcos históricos com relação ao tema; no 25 de novembro – Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher – foi apresentado na Feira Centra um teatro mudo, que abordou o tema Família; no dia 27 de novembro, estudantes dos cursos profissionalizantes da Missão Salesiano puderem assistir uma palestra de conscientização; já no dia 28 de novembro (Dia Mundial do Combate a AIDS), em parceria com IST/AIDS foram entregues testes rápidos em frente ao Supermercado Thomé além de panfletos com os canais de atendimentos e orientações para o combate à violência.

Em Três Lagoas, os 16 dias de ativismo finaliza no dia 6 de dezembro, Dia do Laço Branco – marco da mobilização dos homens sobre o fim da violência contra à mulher – em parceria com a Polícia Militar, com a entrega de laços brancos e palestra educativas sobre o tema.

“O objetivo é conscientizar à população sobre os diferentes tipos de violências contra à mulher, divulgar canais de denúncias e erradicar à violência”, destacou à coordenadora do CRAM, Gisele da Silva Nascimento.

O CRAM e toda a rede de enfrentamento do município de Três Lagoas, composta pela Delegacia da Mulher, PROMUSE (Programa Mulher Segura), Defensoria Pública, CMDM e diversos parceiros chamam toda a sociedade para essa importante conscientização.

Botão Voltar ao topo